fbpx Skip to content

Riscos dos pneumococos para crianças e adultos vão além de pneumonias

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

As infecções causadas pela bactéria pneumococo, apesar do nome associado aos pulmões, podem afetar várias partes do corpo, incluindo os ouvidos, seios paranasais e garganta, levando a quadros graves e até mortais.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que essas doenças são responsáveis por 15% das mortes em crianças menores de 5 anos em todo o mundo e são a principal causa de mortalidade infantil evitável por vacinas na América Latina e Caribe, resultando em até 28 mil mortes infantis anuais na região. No entanto, a boa notícia é que essas infecções podem ser prevenidas por meio de vacinas gratuitas disponibilizadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), que celebra 50 anos em setembro de 2023.

A imunização é particularmente crucial para crianças pequenas, idosos e pessoas com condições médicas subjacentes, pois essas infecções podem ser graves. A transmissão do pneumococo pode ocorrer mesmo sem sintomas visíveis, tornando a vacinação fundamental como medida de prevenção. Portanto, proteger-se contra essas bactérias é essencial, especialmente considerando a diversidade genética da bactéria e a importância de cobrir vários sorotipos. A substituição gradual da vacina pneumo 10 pela pneumo 13, mais abrangente, é esperada, e clínicas privadas também podem incluir a pneumocócica 15-valente em seu arsenal de vacinas.

Edição: Juliana Andrade/Agência Brasil

Tenha as principais notícias

de Ribeirão e Região em primeira mão!

Canal de transmissão no Whatsapp.

Sugira uma reportagem sobre a Ribeirão Preto e região

pelo WhatsApp: 16 99231-6276

+ Temas

Riscos dos pneumococos para crianças e adultos vão além de pneumonias

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

As infecções causadas pela bactéria pneumococo, apesar do nome associado aos pulmões, podem afetar várias partes do corpo, incluindo os ouvidos, seios paranasais e garganta, levando a quadros graves e até mortais.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que essas doenças são responsáveis por 15% das mortes em crianças menores de 5 anos em todo o mundo e são a principal causa de mortalidade infantil evitável por vacinas na América Latina e Caribe, resultando em até 28 mil mortes infantis anuais na região. No entanto, a boa notícia é que essas infecções podem ser prevenidas por meio de vacinas gratuitas disponibilizadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), que celebra 50 anos em setembro de 2023.

A imunização é particularmente crucial para crianças pequenas, idosos e pessoas com condições médicas subjacentes, pois essas infecções podem ser graves. A transmissão do pneumococo pode ocorrer mesmo sem sintomas visíveis, tornando a vacinação fundamental como medida de prevenção. Portanto, proteger-se contra essas bactérias é essencial, especialmente considerando a diversidade genética da bactéria e a importância de cobrir vários sorotipos. A substituição gradual da vacina pneumo 10 pela pneumo 13, mais abrangente, é esperada, e clínicas privadas também podem incluir a pneumocócica 15-valente em seu arsenal de vacinas.

Edição: Juliana Andrade/Agência Brasil

Tenha as principais notícias de Ribeirão e Região em primeira mão!

Canal de transmissão no Whatsapp.

Sugira uma reportagem sobre a Ribeirão Preto e região pelo WhatsApp: 16 99231-6276

+ Temas