fbpx Skip to content

Susana Werner revela abuso patrimonial após separação de Júlio César

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

A atriz e empresária Susana Werner, após anunciar o fim de seu casamento com o ex-goleiro Júlio César, abriu o jogo sobre os motivos da separação, alegando ter sido vítima de abuso patrimonial. Em uma série de stories no Instagram, ela explicou que só compreendeu a situação após o caso envolvendo a apresentadora Ana Hickmann ganhar destaque.

“O nome disso é abuso patrimonial. Eu só fui aprender isso agora quando aconteceu o negócio com a Ana Hickmann. Eu só fui entender que eu fazia parte disso há pouco tempo”, revelou a empresária.

Susana relatou sentir-se financeiramente limitada e afirmou que, apesar de sempre apoiar os sonhos de Júlio César, estava esgotada. “Eu sempre aceitei tudo pois o amava, mas de uns tempos para cá eu já estava esgotada. Sonhei o sonho dele a vida toda, agora é o momento de sonhar o meu também”, declarou.

A violência patrimonial, considerada uma forma de violência doméstica contra a mulher, está descrita na Lei n.º 11.340. Segundo a legislação, abrange qualquer conduta que envolva retenção, subtração, destruição parcial ou total de objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos, incluindo recursos econômicos destinados a satisfazer necessidades..

Tenha as principais notícias

de Ribeirão e Região em primeira mão!

Canal de transmissão no Whatsapp.

Sugira uma reportagem sobre a Ribeirão Preto e região

pelo WhatsApp: 16 99231-6276

+ Temas

Susana Werner revela abuso patrimonial após separação de Júlio César

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

A atriz e empresária Susana Werner, após anunciar o fim de seu casamento com o ex-goleiro Júlio César, abriu o jogo sobre os motivos da separação, alegando ter sido vítima de abuso patrimonial. Em uma série de stories no Instagram, ela explicou que só compreendeu a situação após o caso envolvendo a apresentadora Ana Hickmann ganhar destaque.

“O nome disso é abuso patrimonial. Eu só fui aprender isso agora quando aconteceu o negócio com a Ana Hickmann. Eu só fui entender que eu fazia parte disso há pouco tempo”, revelou a empresária.

Susana relatou sentir-se financeiramente limitada e afirmou que, apesar de sempre apoiar os sonhos de Júlio César, estava esgotada. “Eu sempre aceitei tudo pois o amava, mas de uns tempos para cá eu já estava esgotada. Sonhei o sonho dele a vida toda, agora é o momento de sonhar o meu também”, declarou.

A violência patrimonial, considerada uma forma de violência doméstica contra a mulher, está descrita na Lei n.º 11.340. Segundo a legislação, abrange qualquer conduta que envolva retenção, subtração, destruição parcial ou total de objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos, incluindo recursos econômicos destinados a satisfazer necessidades..

Tenha as principais notícias de Ribeirão e Região em primeira mão!

Canal de transmissão no Whatsapp.

Sugira uma reportagem sobre a Ribeirão Preto e região pelo WhatsApp: 16 99231-6276

+ Temas