Ribeirão Preto está com 71 vagas de emprego nesta segunda-feira, 17

O Centro de Apoio ao Trabalhador e Empreendedor de Ribeirão Preto está com 71 vagas de emprego nesta segunda-feira, 17 de junho. Entre as vagas disponíveis estão: atendente, auxiliar de cozinha, eletricista, jardineiro, servente obras, entre outras.

Os interessados devem comparecer ao Caterp, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h, munidos da Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de endereço e currículo atualizado. O Caterp está localizado na avenida Francisco Junqueira, nº 2625, Jardim Macedo.

Vagas disponíveis em 17 de junho:

VAGAESCOLARIDADEEXPERIÊNCIA EM CARTEIRA
AJUDANTE DE CARGA E DESCARGA DE MERCADORIAFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
AJUDANTE DE CARGA E DESCARGA DE MERCADORIAFUNDAMENTAL INCOMPLETO6 MESES
AJUDANTE DE ELETRICISTA (CNH VB SERÁ UM DIFERENCIAL)FUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
AJUDANTE DE MOTORISTA (VAGA TEMPORÁRIA 90 DIAS)MÉDIO COMPLETO6 MESES
ANALISTA DE SUPORTE TÉCNICO (DISPONIBILIDADE PARA VIAGEM)MÉDIO COMPLETO6 MESES
ATENDENTE BALCONISTAMÉDIO COMPLETO6 MESES
ATENDENTE BALCONISTA (CNH B)FUNDAMENTAL COMPLETO0
AUXILIAR DE COZINHAFUNDAMENTAL INCOMPLETO6 MESES
AUXILIAR DE ESCRITÓRIOFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
AUXILIAR DE LIMPEZAFUNDAMENTAL INCOMPLETO6 MESES
AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃOFUNDAMENTAL COMPLETO0
AUXILIAR MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO (CNH B / DISPONIBILIDADE P/ VIAGENS)FUNDAMENTAL COMPLETO0
AUXILIAR NOS SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃOFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
BALCONISTAMÉDIO COMPLETO6 MESES
BILHETEIRO DE CINEMA (TEMPORÁRIA 50 DIAS)FUNDAMENTAL COMPLETO0
CHEFE DE SERVIÇO DE LIMPEZA (CNH B/ DISPONIBILIDADE PARA VIAGEM)MÉDIO COMPLETO6 MESES
COLETOR DE LIXOFUNDAMENTAL INCOMPLETO0
CONFERENTE DE CARGA E DESCARGAMÉDIO COMPLETO6 MESES
COZINHEIRO GERALFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
DEDETIZADOR (CNH B/ DISPONIBILIDADE PARA VIAGEM)FUNDAMENTAL COMPLETO0
ELETRICISTAFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
ELETRICISTA AUXILIARFUNDAMENTAL COMPLETO
ELETRICISTA DE MANUTENÇÃO ELETROELETRÔNICAMÉDIO COMPLETO6 MESES
EMPREGADO DOMÉSTICO NOS SERVIÇOS GERAISFUNDAMENTAL INCOMPLETO6 MESES
FISCAL DE SEGURANÇA (CNH A/B)MÉDIO COMPLETO6 MESES
JARDINEIROFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
LIMPADOR DE VIDROS (CNH A/B – DISPONIBILIDADE PARA VIAGEM)FUNDAMENTAL INCOMPLETO0
MECÂNICO (CNH)MÉDIO COMPLETO6 MESES
MECÂNICO DE MANUTENÇÃO DE ÔNIBUS (CNH B/D)FUNDAMENTAL INCOMPLETO6 MESES
MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO (CNH B / DISPONIBILIDADE P/ VIAGENS)FUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
MECÂNICO LUBRIFICADOR INDUSTRIAL (CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA INDUSTRIAL)MÉDIO COMPLETO6 MESES
MECÂNICOS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES (CNH B)FUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
MOTORISTA DE CAMINHÃOMÉDIO COMPLETO6 MESES
MOTORISTA DE ÔNIBUS RODOVIÁRIOFUNDAMENTAL INCOMPLETO0
OFICIAL MECÂNICO DE VEÍCULOS (AUXILIAR MECÂNICO)FUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
OPERADOR DE CAIXAMÉDIO COMPLETO6 MESES
OPERADOR DE EMPILHADEIRA (CNH B)MÉDIO INCOMPLETO6 MESES
OPERADOR DE RETRO-ESCAVADEIRA (CNH D)FUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
OPERADOR DE TORNO COM COMANDO NUMÉRICOMÉDIO COMPLETO6 MESES
PEDREIROMÉDIO COMPLETO6 MESES
PORTEIROFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
PROMOTOR DE VENDAS (CNH A/B + VEÍCULO PRÓPRIO/ DISPONIBILIDADE PARA VIAGEM)MÉDIO COMPLETO6 MESES
RECEPCIONISTA ATENDENTEMÉDIO INCOMPLETO6 MESES
RECEPCIONISTA DE HOTEL (NOTURNO)MÉDIO COMPLETO6 MESES
SERVENTE DE LIMPEZAFUNDAMENTAL COMPLETO0
SERVENTE DE OBRASFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
SERVENTE DE PEDREIROFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO (INSTALAÇÃO)MÉDIO COMPLETO6 MESES
TÉCNICO DE UTILIDADE (PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE VAPOR, GASES, ÓLEOS, COMBUSTÍVEIS,ENERGIA) CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA INDUSTRIALMÉDIO COMPLETO6 MESES
TÉCNICO EM NUTRIÇÃO (CNH A OU B + VEÍCULO/ DISPONIBILIDADE PARA VIAGEMMÉDIO COMPLETO6 MESES
TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO (CNH B / CONHECIMENTO COM INFORMÁTICA)MÉDIO COMPLETO6 MESES
TERAPEUTA OCUPACIONAL (CNH A/B – DISPONIBILIDADE P/ VIAGEM)SUPERIOR COMPLETO6 MESES
TRATORISTA OPERADOR DE ROÇADEIRAFUNDAMENTAL COMPLETO6 MESES
VENDEDOR DE SERVIÇOS (CNH A/B + VEÍCULO PRÓPRIO/ DISPONIBILIDADE PARA VIAGEM)FUNDAMENTAL COMPLETO0VENDEDOR
VENDEDOR INTERNOMÉDIO COMPLETO6 MESES
VENDEDOR PRACISTA (CNH E VEÍCULO PRÓPRIO)MÉDIO COMPLETO6 MESES
VISTORIADOR VEICULAR (CNH AB / VEÍCULO PRÓPRIO)MÉDIO COMPLETO0

Febraban anuncia melhorias no Pix para combate a fraudes

Na última quinta-feira (13), a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou aprimoramentos no Mecanismo Especial de Devolução (MED), uma ferramenta do Pix destinada a facilitar a recuperação de valores em casos de fraude. A entidade informou que já está em diálogo com o Banco Central para atualizar o sistema e oferecer maior proteção às vítimas de golpes financeiros.

Atualmente, o MED permite que vítimas de fraude solicitem a devolução de dinheiro em até 80 dias após a transferência. O valor é então bloqueado na conta do destinatário e, se a fraude for comprovada, a quantia é devolvida, contanto que a conta do criminoso ainda tenha fundos disponíveis. No entanto, essa medida só se aplica à primeira conta que recebeu os fundos, o que limita a eficácia do processo caso o dinheiro seja transferido para outras contas.

Para contornar essa limitação, a Febraban propôs ao Banco Central uma extensão do MED que permite o bloqueio de valores em múltiplas contas envolvidas na movimentação dos recursos ilícitos. Batizado de MED 2.0, o aprimoramento foi aceito e será implementado gradualmente entre 2024 e 2025, com previsão de lançamento em 2026.

Como Funciona o MED

Os clientes que perceberem que foram vítimas de fraude devem imediatamente contatar sua instituição financeira através do aplicativo ou canais oficiais do banco. O procedimento atual exige que, uma vez confirmada a fraude, a devolução dos valores depende da disponibilidade de fundos na conta do golpista. Além de fraudes, o MED pode ser acionado em casos de falhas técnicas, como operações duplicadas.

A atualização para o MED 2.0 visa aumentar a capacidade de rastreamento e recuperação dos valores transferidos, proporcionando uma resposta mais eficiente e abrangente às tentativas de golpe.

Financiamento de veículos cresce 15,4% em maio

As vendas financiadas de veículos novos e usados aumentaram 15,4% em maio deste ano na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram vendidas 577 mil unidades incluindo autos leves, motos e veículos pesados em todo o país. Já na comparação com o mês de abril deste ano, houve queda de 5,6%, de acordo com dados da B3.

No acumulado do ano, as vendas financiadas de veículos somaram 2,8 milhões de unidades. O número representa alta de 24,4% em relação ao mesmo período de 2023, o que equivale a cerca de 559 mil unidades a mais. Além disso, essa é a melhor marca para os cinco primeiros meses do ano desde 2011.

Segundo o balanço, no segmento de autos leves, houve alta de 14,4% ante maio de 2023 e queda de 6% comparado a abril. Já o financiamento de veículos pesados cresceu 12,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior, mas caiu 5,1% em relação a abril. O número de financiamentos de motos no mês foi 18,1% maior do que em maio de 2023 e 1% menor do que em abril.

“Os resultados de maio seguem a tendência de crescimento neste ano em relação a 2023. A queda na comparação com o mês anterior está relacionada principalmente à tragédia ocorrida no Rio Grande do Sul, com impacto direto no varejo local e na operação do Detran desse estado”, explicou o gerente de Planejamento e Inteligência de Mercado na B3, Gustavo de Oliveira Ferro.

De acordo com ele, devido às enchentes no Rio Grande do Sul, o Detran do estado deixou de operar entre os dias 7 e 25 de maio e por isso os apontamentos de gravame deixaram de ocorrer nesse período, ocasionando um represamento das operações.

Com as atividades restabelecidas no dia 26, parte das operações represadas acabou sendo efetivada nos últimos dias de maio e outra parte, nos primeiros dias de junho. Segundo a B3, os financiamentos de veículos no Rio Grande do Sul representavam 5,8% do total do Brasil até abril deste ano. Em maio, essa percentual caiu para 2,6%.

*Com informações de Agência Brasil

Ribeirão Preto sedia o ComEcomm EX 2024, o maior evento de e-commerce do interior

No próximo sábado, 15 de junho, Ribeirão Preto será o epicentro do e-commerce no Brasil ao receber a quarta edição do ComEcomm EX 2024. O evento, reconhecido como o maior do setor no interior do país, promete uma maratona de conhecimento e inovação das 7h30 às 20h no Taiwan Centro de Eventos. A iniciativa, organizada pelo ComEcomm – Comitê de Líderes de E-commerce, traz um dia completo de palestras e networking, com foco em vendas online e experiência do cliente.

Imersão e Conhecimento para Vendedores e Profissionais de E-commerce

O ComEcomm EX 2024 será um espaço de 10 horas de imersão no universo das vendas digitais, com a participação de especialistas renomados em comércio eletrônico. O evento está alinhado com a crescente importância do e-commerce, responsável por aproximadamente 15% do faturamento do varejo brasileiro. Fernando Mansano, CEO do ComEcomm, ressalta o potencial da região: “A Região Metropolitana de Ribeirão Preto movimenta mais de R$ 1,5 bilhão por ano em vendas online. Nosso objetivo é empoderar o setor e preparar os profissionais para esse mercado em constante evolução.”

Palestrantes e Temas de Destaque

O evento contará com um time de peso, incluindo nomes como Conrado Adolfo (Webliv), Alexandre Nogueira (Universidade de Marketplace), e Jackson Xian Zhe Wang (Shein), entre outros. Os participantes terão a oportunidade de absorver insights sobre estratégias de mercado, inovação tecnológica e otimização de operações. “Os novos consumidores são cada vez mais digitais. Adaptar-se a essa realidade é crucial para qualquer lojista que deseja sobreviver e prosperar no mercado atual,” enfatiza Mansano.

Público-Alvo e Benefícios

O ComEcomm EX é direcionado a dois principais públicos: os sellers que desejam digitalizar suas operações ou aprimorar suas vendas online, e os profissionais de e-commerce em busca de atualização constante. Além do conteúdo especializado, o evento oferece uma plataforma valiosa para networking, facilitando novas oportunidades de negócios. Mansano destaca a relevância do evento para o interior do país: “Muitos eventos de e-commerce ocorrem em grandes capitais, tornando difícil para os profissionais do interior participarem devido a custos e deslocamento. O ComEcomm EX atende a essa necessidade, atraindo participantes de vários estados e oferecendo uma logística acessível.”

Sobre o ComEcomm

Fundado em 2018 em Ribeirão Preto, o ComEcomm se tornou uma referência no fomento do comércio eletrônico no Brasil. A entidade promove empreendedorismo, troca de experiências, eventos e mentorias, sendo um pilar de apoio ao crescimento do setor.

Serviço

ComEcomm EX 2024

  • Data: 15 de junho de 2024 (sábado)
  • Horário: 7h30 às 20h
  • Local: Taiwan Centro de Eventos
  • Endereço: Av. Dr. Francisco Gugliano, 2710, Royal Park, Ribeirão Preto (SP)
  • Informações e ingressos: ComEcomm EX 2024
  • Realização: ComEcomm – Comitê de Líderes de E-commerce

Para mais informações sobre o ComEcomm e suas iniciativas, visite ComEcomm.

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula para R$ 40 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.735 da Mega-Sena, sorteadas nesta terça-feira (11) em São Paulo. O prêmio para o próximo concurso, na quinta-feira (13), será de R$ 40 milhões.

Foram sorteadas as dezenas 05 – 33 – 46 – 47 – 53 – 59.

A  quina teve 62 apostadores premiados e cada um vai receber R$ 41.177,36. Os 4.504 ganhadores da quadra terão o prêmio individual de R$ 809,75.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal. Para apostar pela internet, é preciso fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Container Park é inaugurado em Ribeirão Preto

Inovação, desenvolvimento e eficiência em um mesmo espaço. Foi inaugurado na manhã desta segunda-feira, dia 10, o Container Park, do Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto, o SUPERA. Foram R$ 11 milhões em investimento para criação deste novo centro empresarial, com 3,6 mil m² de área construída. Além de 10 módulos empresariais (de 150 m² cada), o espaço conta com praça de eventos, rooftop, sala de treinamentos, cafeteria e espaços de descompressão. Trata-se da maior estrutura de contêineres marítimos instalada na América Latina.

Funcionará também no espaço, o novo coworking do SUPERA Parque, em uma parceria com o SENAI, que instalará ali o UPLab SENAI, espaço de aceleração de startups, com capacitações e conexão das startups com a indústria e com os institutos de tecnologia do SENAI. As sete empresas vencedoras da primeira concorrência para ocupação do Container Park foram: Decoy Tecnologia em Controle de Pragas; Biosab Leveduras; Construconnect Tecnologia; Eleve Science Pesquisa e Desenvolvimento; DG Lab Identificação e Qualificação Molecular; Yosen Indústria e Comércio de Produtos para Saúde e Zutti Desenvolvimento Cosmético.

No evento, também foi realizada a cessão de mais dois lotes do SUPERA Parque às empresas de base tecnológica Ecotry Service e Evidence Soluções Farmacêuticas. Já são 7 lotes cedidos a empresas. Todos os lotes da avenida, que dispunham de infraestrutura de água, energia e esgoto, já têm empresas contratadas para operarem ali.

O diretor presidente da FIPASE, gestora do SUPERA Parque, Professor Dr. Sandro Scarpelini, destacou a trajetória da construção do espaço e a importância do espaço que tem na saúde a sua maior vocação. “Esse é um momento marcante já que foram enfrentadas grandes dificuldades na construção, devido ao período de pandemia, que atrasou o desenvolvimento da obra. Mas também um momento para reconhecer que precisamos de investimento e inovação em novas tecnologias na área da saúde trazendo mais chance de fazer a prevenção e salvar vidas com autonomia”, disse Scarpelini.

Thiago Liporaci, secretário Executivo de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, também esteve presente ao evento. “Trata-se de um investimento muito acertado. Uma iniciativa que está trazendo importantes resultados e traciona o desenvolvimento, melhorando a inovação e da cidade”, afirmou.

Tecnologia implantada no projeto

Na sua construção, foram utilizados 42 contêineres de uso marítimo. Estruturas que serviram ao transporte internacional de cargas, viajaram o mundo todo pelos oceanos e hoje estão ancoradas no parque tecnológico de Ribeirão Preto. Os contêineres foram reaproveitados, seguindo princípios de sustentabilidade, de economia circular. As paredes internas contam com isolamento térmico e acústico para conforto dos usuários.

Ampliação

No segundo semestre de 2023, o prefeito, Duarte Nogueira, anunciou o investimento de R$ 10 milhões para a expansão do espaço de tecnologia. “O projeto executivo para execução da obra está pronto, juntamente com o edital e o termo de referência. Com essa ampliação, serão disponibilizados outros 66 lotes para empresas de base tecnológica. O Container Park diversifica as temáticas da tecnologia, permitindo desenvolver novos produtos, trazendo mais empregos, gerando desenvolvimento e renda. Estamos empenhando todos os esforços para fazer nossa cidade mais amigável ao empreendedorismo”, destacou Nogueira, que na solenidade esteve acompanhado pelo Prof. Dr. Carlos Gilberto Carlotti Junior, Reitor da USP.

Economia, geração de emprego, tecnologias

O SUPERA Parque conta com 79 empresas, que geram em torno de 540 empregos diretos, a maior parte deles ocupados por mão de obra qualificada (graduados, mestres e doutores). Somando-se entidade gestora do parque tecnológico e terceirizados (manutenção, limpeza, segurança, zeladoria), são mais de 600 postos de trabalho no total.

O SUPERA Parque conta com 55% das empresas atuando no setor de saúde, incluindo: equipamentos médico-hospitalares e odontológicos, sistemas de informação para gestão hospitalar, desenvolvimento de insumos para a indústria farmacêutica, testes para a indústria de cosméticos, testes genéticos e terapias celulares. 15% das empresas atuam no setor de agro, com tecnologias para a análise genética do solo, controle biológico de pragas, hormônios para reprodução bovina, dentre outros.

Dívidas de famílias atingem maior nível desde novembro de 2022: 78,8%

O percentual de famílias endividadas no Brasil subiu pelo terceiro mês consecutivo e atingiu 78,8% em maio deste ano. Em abril, a taxa era de 78,5%, enquanto que, em maio de 2023, a proporção de endividados era de 78,3%. Os dados são da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Com o resultado de maio, divulgado hoje (10) no Rio de Janeiro pela CNC, o percentual de famílias com dívidas no país atingiu o maior patamar desde novembro de 2022. A pesquisa considera endividados aqueles que possuem qualquer dívida, ainda que ela não esteja em atraso, como, por exemplo, compras no cartão de crédito ou financiamentos.

Para a CNC, o dado mostra que as famílias continuam aumentando sua demanda por crédito, aproveitando o menor custo com os juros. A meta da taxa básica de juros (Selic) vem caindo a cada reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), desde agosto do ano passado (quando recuou de 13,75% para 13,25%). Atualmente, está em 10,50%.

O percentual de famílias que se consideram muito endividadas chegou a 17,8% em maio último, acima dos 17,2% de abril.

Já as pessoas com dívidas ou contas em atraso são consideradas inadimplentes. O percentual de inadimplência entre as famílias brasileiras ficou em 28,6% em maio deste ano, o mesmo nível de abril, mas abaixo dos 29,1% de maio do ano passado.

Entre o total de famílias, aquelas que não terão condições de pagar suas dívidas, o percentual ficou em 12% em maio, abaixo dos 12,1% do mês anterior, mas acima dos 11,8% de maio de 2023.

Dívidas

Entre os fatores de endividamento das famílias destacam-se o cartão de crédito, (86,9% dos casos),  carnês (16,2%) e crédito pessoal (9,8%). Um dos destaques positivos foi o cheque especial, que estava presente nas dívidas de apenas 3,9% das famílias, o menor percentual desde o início da pesquisa em 2010.

A previsão da CNC é que o percentual de endividados siga crescendo até dezembro, quando deverá atingir a parcela de 80,4%.

*Texto de Agência Brasil

Ribeirão Preto está com 82 vagas em cursos gratuitos do Qualifica SP

Estão abertas as inscrições para cursos gratuitos de qualificação profissional empreendedora do Programa Qualifica SP – Empreenda, do Governo do Estado de São Paulo. Em Ribeirão Preto, são 82 vagas para interessados em aumentar o faturamento do seu empreendimento e melhorar sua organização financeira. A ação é destinada a empreendedores maiores de idade que tenham um negócio formal ou informal há no mínimo três meses.

O objetivo é apoiar empreendedores a entenderem seus negócios por meio de conhecimentos de gestão, para que assim consigam organizar suas finanças e plano de negócio.

São quatro opções de cursos de qualificação profissional que serão ministrados no Supera Parque, todos voltados para a área de Gestão e Negócios:

– Curso “Rumo ao topo – da gestão ao lucro” – Parceiro Worklover Formato online com 20 horas de aulas gravadas mais três encontros de mentoria online ao vivo. Oferta para o público geral.

– Curso “Alta performance do seu negócio” – Parceiro Besouro Formato presencial nos municípios Guariba, Ribeirão Preto e Franca Serão 30 horas de aulas presenciais mais três encontros de mentoria.

– Curso “Desvendando o crédito + Aprenda a fazer o plano de negócios” – Parceiro Aliança Empreendedora Formato online com 7 horas de aulas gravadas mais três encontros de mentoria online ao vivo. Oferta para o público geral.

– Curso “Sebrae Delas” – Parceiro Sebrae Formato online com 20 horas de aulas ao vivo mais três encontros de mentoria online ao vivo. Oferta exclusiva para mulheres.

Após a conclusão do curso será entregue o certificado que é um dos requisitos para solicitação de crédito junto ao Banco do Povo que oferta crédito para empreendedores formais e informais que desenvolvem atividades produtivas em municípios conveniados e que não possuam restrição.

As inscrições para os cursos devem ser feitas pelo site do Qualifica SP.

Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce para 5,4 milhões

O número de jovens entre 14 e 24 anos que não trabalham, não estudam e não procuram emprego aumentou significativamente no Brasil. De acordo com um estudo do Centro de Liderança Pública (CLP), essa população, conhecida como “nem-nem”, cresceu de 4 milhões para 5,4 milhões no primeiro trimestre deste ano. Os dados foram divulgados durante o evento Empregabilidade Jovem, promovido pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

A subsecretária de Estatísticas e Estudos do Trabalho, Paula Montagner, explicou à Agência Brasil que diversos fatores contribuem para esse aumento, afetando principalmente as mulheres, que representam 60% desse grupo. Montagner destacou que a dificuldade de inserção no mercado de trabalho, combinada com expectativas sociais como a maternidade precoce, faz com que as jovens mulheres ingressem mais tarde no mercado e com menos qualificação. Para enfrentar esse desafio, o governo federal lançou o programa Pé-de-Meia, que oferece incentivos financeiros para jovens de baixa renda concluírem o ensino médio, mas os efeitos só serão percebidos nos próximos anos.

Além disso, o estudo revelou que cerca de 17% da população brasileira é composta por jovens dessa faixa etária, dos quais 14 milhões estavam ocupados no primeiro trimestre de 2024, com 45% deles em situação de informalidade. Apesar do aumento no número de aprendizes e estagiários, o cenário da empregabilidade jovem no Brasil ainda enfrenta muitos desafios. Rodrigo Dib, do CIEE, enfatizou a necessidade urgente de incluir esses jovens no mercado de trabalho de maneira segura e sustentável para o desenvolvimento a médio e longo prazo. Montagner reforçou que a elevação da escolaridade e a ampliação da formação técnica e tecnológica são essenciais para melhorar a inserção produtiva dos jovens.

*Com informações de Agência Brasil

Governo libera R$ 6,7 bilhões para garantir arroz para população

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou, na última sexta-feira, 24 de maio, a Medida Provisória (MP) nº 1.225/2024, que autoriza a compra pública, pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA), através da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), de arroz beneficiado importado. Os estoques adquiridos serão destinados à venda direta para mercados de vizinhança, supermercados, hipermercados, atacarejos e outros estabelecimentos comerciais com ampla rede de pontos de venda nas regiões metropolitanas.

Ao todo, foram liberados R$ 7,2 bilhões para a compra de até 1 milhão de toneladas de arroz estrangeiro que serão comercializadas com a logomarca do Governo Federal e chegarão ao consumidor com o preço tabelado de R$ 4 por quilo. O objetivo é garantir que o cereal chegue diretamente ao consumidor final, assegurando o abastecimento alimentar em todo o território nacional, que pode ser afetado pela tragédia climática no Rio Grande do Sul. O estado é responsável pela produção de 70% do arroz consumido no Brasil.

O ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, destacou a importância desta iniciativa. “Esta medida provisória é um passo crucial para garantir a segurança alimentar de todo o povo brasileiro”, afirmou.


*Com informações da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República