Brasil abriga 69 bilionários em ranking da Forbes

Nesta segunda-feira, 1º, a revista Forbes divulgou seu ranking anual de bilionários, revelando um número recorde de 2.781 magnatas em todo o mundo. Dentre eles, 69 são brasileiros, destacando o país como o sétimo no mundo em quantidade de bilionários, somando um patrimônio líquido de impressionantes US$ 231 bilhões.

O topo da lista brasileira é ocupado por Eduardo Saverin, cuja fortuna é avaliada em US$ 28 bilhões (cerca de R$ 140 bilhões). Saverin é conhecido como um dos cinco fundadores do Facebook, ao lado de Mark Zuckerberg, e por seus investimentos em empresas de tecnologia globalmente. Sua posição no ranking global é a 60ª.

Em seguida, está Vicky Safra, viúva de Joseph Safra, fundador do banco que leva o sobrenome da família, com um patrimônio de US$ 20,6 bilhões (R$ 103 bilhões).

A divisão da herança bilionária da família Safra, desde a morte do banqueiro em 2020, tem sido mantida em sigilo. Em novembro do ano passado, a família contratou um rabino para mediar um acordo entre a viúva e os filhos de Joseph.

Jorge Paulo Lemann é o terceiro da lista, com uma fortuna estimada em US$ 16,4 bilhões (R$ 82 bilhões), seguido por Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, ambos com US$ 10,9 bilhões (R$ 54,5 bilhões). Os três são os fundadores do 3G Capital, grupo de investidores por trás de empresas como Americanas e Ambev.

Em sexto e sétimo lugar estão os irmãos Fernando Roberto e Pedro Moreira Salles, herdeiros da família controladora do Itaú Unibanco, com US$ 7,6 bilhões (R$ 38,3 bilhões) e US$ 7,1 bilhões (R$ 35,8 bilhões), respectivamente.

A lista continua com André Esteves, fundador do BTG Pactual, Alexandre Behring, cofundador do grupo 3G Capital, e Miguel Krigsner, fundador d’O Boticário.

Destaque também para Livia Voigt, de 19 anos, considerada a bilionária mais jovem do mundo, com uma fortuna de US$ 1,1 bilhão (R$ 5,5 bilhões), sendo uma das herdeiras da Weg, fabricante catarinense de motores.

Procon-SP revela as empresas com mais reclamações em 2023

O Serviço de Proteção ao Consumidor de São Paulo (Procon-SP) divulgou a lista das empresas mais alvo de reclamações ao longo do ano de 2023. Com um total de 769.556 atendimentos registrados pelo site, o ranking destaca não apenas as empresas que precisam melhorar em atendimento, mas também reflete a crescente exigência dos consumidores quanto à qualidade dos serviços prestados.

Ao longo do ano, o Procon-SP mediou cerca de 207 mil queixas, embora o índice de solução de problemas tenha sido considerado baixo, com as duas primeiras colocadas do ranking resolvendo menos de 90% das queixas.

No topo da lista, estão duas empresas do setor de turismo: Hurb Technologies S/A, com 11.631 reclamações, e Grupo 123 Milhas, com 8.186 reclamações. Ambas enfrentaram problemas significativos de funcionamento ao longo de 2023 e continuam com atividades limitadas neste ano, sujeitas a investigação.

A terceira posição ficou com a Enel, responsável pelo fornecimento de energia elétrica em São Paulo, devido a quedas constantes e demora no restabelecimento do serviço em algumas regiões da cidade.

A lista completa pode ser conferida abaixo:

  1. Hurb Technologies S/A — 11.631 reclamações
  2. Grupo 123 Milhas — 8.186 reclamações
  3. Enel — 5.800 reclamações
  4. Itau Unibanco — 4.906 reclamações
  5. Bradesco — 4.815 reclamações
  6. Ikeg — 4.472 reclamações
  7. Shopee — 4.391 reclamações
  8. Samsung — 4.316 reclamações
  9. América Móvil (Claro, Net, Embratel, Nextel) — 4.006 reclamações
  10. Mercado Livre — 3.708 reclamações

O relatório completo do Procon-SP pode ser acessado através do link. A 123Milhas afirmou que entrou em Recuperação Judicial em 2023 e que todos os débitos com seus credores serão honrados a partir de um plano apresentado na Justiça.

Apple domina lista de celulares mais vendidos do mundo em 2023

Segundo os dados divulgados pela renomada empresa de pesquisa de mercado Canalys nesta última terça-feira, 6, o iPhone 14 Pro Max conquistou o título de celular mais vendido do mundo em 2023. Com um total de 34 milhões de unidades comercializadas globalmente ao longo do ano, o modelo lançado em 2022 demonstrou uma popularidade sem precedentes entre os consumidores.

O sucesso do iPhone 14 Pro Max é um marco histórico para a Apple, sendo a primeira vez que uma variante Pro do smartphone da empresa alcança o topo da lista de vendas. Este feito sugere uma mudança significativa nas preferências dos consumidores, com uma crescente demanda por dispositivos premium.

Reforçando essa tendência, o iPhone 15 Pro Max, sucessor do modelo líder de vendas, garantiu a segunda posição no ranking, com 33 milhões de unidades comercializadas em 2023, mesmo sendo lançado próximo ao final do ano e apresentando um preço elevado. Seu desempenho impressionante destaca a contínua preferência do público pelos produtos da Apple.

Enquanto a gigante de Cupertino domina as cinco primeiras posições, a Samsung surge apenas na sexta colocação, com o Galaxy A14 4G como seu representante mais vendido, totalizando 21 milhões de unidades adquiridas ao longo do ano. Outros modelos populares da Samsung, como o Galaxy A54 5G e o Galaxy A14 5G, também figuram entre os 10 mais vendidos, evidenciando a concorrência acirrada no mercado de smartphones.

Com a Apple abocanhando impressionantes 70% do mercado global de smartphones em 2023, os números refletem não apenas a força da marca, mas também a evolução das preferências dos consumidores em relação aos dispositivos móveis.

Ranking revela as melhores cidades para idosos no Brasil

Um novo estudo elaborado pela Fundação Getúlio Vargas, em parceria com o Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, revelou as cidades mais amigáveis para os idosos no Brasil, considerando fatores como serviços públicos, infraestrutura, saúde e segurança. Confira o resultado desse levantamento:

1. Florianópolis (SC): A capital de Santa Catarina conquistou o primeiro lugar, unindo os benefícios de uma cidade grande à tranquilidade do interior. Reconhecida pela UNESCO como a cidade mais criativa do Brasil, Florianópolis destaca-se por suas belas praias, infraestrutura de qualidade e ambiente seguro.

Foto: Divulgação

2. Niterói (RJ): Localizada no Rio de Janeiro, Niterói ostenta a maior proporção de médicos por habitante, assegurando um excelente serviço de saúde. Além disso, a proximidade com a capital carioca e a presença de atrativos turísticos tornam a cidade uma excelente opção para quem busca um lugar agradável para viver após os 60 anos.

Foto: Divulgação

3. Porto Alegre (RS): Outra capital sulista presente na lista é Porto Alegre, destacando-se pela qualidade na oferta de moradia, com condomínios que garantem segurança. A cidade também se sobressai pelos serviços de saúde, com uma variedade de profissionais, especialmente médicos e enfermeiros. Porto Alegre ainda oferece diversas opções de lazer.

Foto: Divulgação

4. Tupã (SP): Conhecida por abrigar uma considerável população idosa, Tupã, a 435 km de São Paulo, oferece tranquilidade, áreas verdes predominantes, museus e uma variedade de opções de lazer para toda a família, especialmente para aqueles que já ultrapassaram os 60 anos.

Foto: Divulgação

Essas cidades destacam-se não apenas pelos indicadores quantitativos, mas também pela qualidade de vida que proporcionam aos idosos, tornando-as destinos atrativos para quem busca um ambiente favorável e acolhedor na terceira idade.

Botafogo alcança 2º lugar no ranking digital dos clubes nas redes sociais

O Botafogo conquistou um lugar de destaque no Ranking Digital dos Clubes, alcançando a segunda posição em crescimento percentual nas redes sociais, de acordo com o levantamento realizado pelo IBOPE REPUCOM. Com um impressionante crescimento de 49,1% na última temporada, o Pantera ficou atrás apenas do Fluminense, que atingiu 62,4%.

No ano anterior, o Botafogo já havia liderado o ranking com um crescimento de 62,70%. Com esse desempenho, o clube subiu significativamente nas posições, pulando da 43ª para a 31ª colocação, totalizando 786.332 seguidores, o que representa um acréscimo de 258.938 novos inscritos.

A expressiva evolução foi impulsionada, principalmente, pelos conteúdos compartilhados pelo Botafogo no TikTok, onde o clube possui 414.900 seguidores, ocupando a 20ª posição no aplicativo chinês.

Laura Louzada, gerente de marketing da Botafogo SA, destacou a importância desse crescimento para o clube. Ela ressaltou a adaptação dos conteúdos para cada plataforma, utilizando estratégias específicas para atrair diferentes públicos, desde o público jovem no TikTok até o compartilhamento de informações e resultados nos canais informativos como Twitter e Facebook. Laura enfatizou ainda a relevância desse crescimento para a valorização da marca Botafogo no cenário nacional, a exposição dos patrocinadores e parceiros, e expressou a expectativa de manter esses números em 2024 com a participação em competições como o Campeonato Paulista, a Copa do Brasil e a Série B do Brasileiro.

USP fica entre as melhores universidades do mundo; Campus de Ribeirão está na lista

A Universidade de São Paulo (USP) alcançou um feito notável ao posicionar cinco de suas áreas de pesquisa entre as 50 melhores do mundo, conforme revelado pelo Global Ranking of Academic Subjects 2023, conduzido pela Shanghai Ranking Consultancy. Este prestigiado indicador, reconhecido pela avaliação do ensino universitário, destaca o alto desempenho de distintos campos acadêmicos da instituição.

A USP se destaca, especialmente, na área de odontologia, com o curso sediado em Ribeirão Preto, superando universidades de renome como Columbia e Stanford, nos Estados Unidos, e Zurique, na Suíça. O curso de odontologia da USP se posiciona em uma impressionante 14ª colocação no levantamento, uma conquista que ressalta a excelência acadêmica e a significativa contribuição em pesquisas nesta área.

Além disso, a USP figura entre as 50 melhores do mundo em outras áreas importantes, como ciências agrárias (23ª), ciências veterinárias (30ª), ciência e tecnologia de alimentos (31ª) e ciência e engenharia têxtil (31ª). Este reconhecimento global destaca o comprometimento e a excelência da instituição em diversos campos de estudo.

O Global Ranking of Academic Subjects 2023 avaliou mais de 1,9 mil universidades em 104 países em 55 áreas que abrangem as ciências naturais, engenharia, ciências da vida, ciências médicas e ciências sociais. Dentre os critérios analisados estão os resultados das pesquisas, a influência dos estudos, a colaboração internacional e a qualidade da pesquisa, reforçando a excelência e o impacto da USP no cenário acadêmico global.

Ranking mostra dificuldades de confrontos na série A

O São Paulo, já garantido na Libertadores como campeão da Copa do Brasil, se depara com uma reta final no Brasileirão que promete ser um verdadeiro teste de suas habilidades. Os números indicam que o clube enfrentará alguns dos adversários mais difíceis da Série A. A média de pontos conquistados pelos próximos oponentes, tanto em casa quanto fora, é de 52%, tornando o desafio ainda mais árduo.

O Espião Estatístico projeta que o São Paulo precisará conquistar sete pontos dos 36 em disputa para assegurar sua permanência na Série A, o último compromisso de um ano de destaque, além de lutar por uma posição privilegiada para melhorar sua premiação. A barreira de 42 pontos é a garantia da permanência na elite em 2024.

Seguindo o São Paulo, Fortaleza, América-MG e Cruzeiro enfrentarão adversários com as melhores médias de pontos conquistados até o momento. A dificuldade na reta final do Brasileirão é medida pelo percentual de pontos ganhos pelos oponentes como mandantes e visitantes. As próximas 12 rodadas serão cruciais, com 12 equipes jogando seis vezes em casa e seis fora. Quatro equipes enfrentarão cinco jogos em casa e sete fora, incluindo Athletico-PR, Fluminense, Fortaleza e São Paulo. Quatro equipes jogarão sete vezes como mandantes: Bahia, Coritiba, Flamengo e Palmeiras.

Confira no quadro abaixo o número de jogos em casa e fora para cada equipe e a média de pontos dos adversários como visitantes e mandantes, revelando o grau de dificuldade que cada clube enfrentará na reta final do Brasileirão.

Grau de dificuldade dos adversários de cada clube na reta final do Brasileirão — Foto: Espião Estatístico
Foto: Espião Estatístico

Veja abaixo o grau de dificuldade times enfrentarão em casa e fora

Aproveitamento médio de pontos de visitantes e mandantes que cada clube ainda enfrentará no Brasileirão — Foto: Espião Estatístico
Foto: Espião Estatístico

USP é considerada a melhor universidade da América Latina; Confira a pesquisa

A Universidade de São Paulo (USP), com um campus em Ribeirão Preto, conquistou a posição de melhor universidade da América Latina e Caribe no QS Latin America & The Caribbean Ranking, de acordo com a consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS). A 13ª edição do ranking avaliou e classificou 430 instituições de 25 países da região.

O reitor da USP, Carlos Gilberto Carlotti Junior, destacou o compromisso contínuo com a excelência nas áreas de graduação, pós-graduação, pesquisa, inovação e extensão, com ênfase na inclusão e no desenvolvimento sustentável. Ele enfatizou a importância do reconhecimento internacional como um certificado de qualidade e uma demonstração da força do ensino superior brasileiro.

O Brasil lidera o ranking com 97 universidades, seguido pelo México com 63 e Colômbia com 61. Além da USP, outras universidades brasileiras, como a Unicamp (3ª colocação), UFRJ (8ª colocação) e Unesp (10ª colocação), também se destacaram. A USP também alcançou a 85ª posição no ranking mundial divulgado pela QS, um marco histórico para instituições brasileiras.

Informação: Erika Yamamoto/Jornal da USP